Guarulhos intensifica ações de combate ao coronavírus

Foto: Marcello Zambrana/AE

Maria Menezes

Para conter os avanços do coronavírus, no momento em que ele era completamente desconhecido, Guarulhos precisou tomar medidas urgentes para tentar frear o contágio da doença.

A primeira delas e prioritária, já em março de 2020, foi a suspensão do funcionamento de locais propensos a aglomerações. Dessa forma, ficaram proibidas as atuações de bares, casas de show, buffets e espaços de evento, públicos ou privados, bem como shoppings e restaurantes que puderam se manter somente por delivery. 

Com o isolamento social cada vez mais intenso, a frota de ônibus foi reduzida inicialmente em 40%, passando para 60% e, em seguida, sendo disponibilizadas somente às linhas circulares com destino a equipamentos da saúde.

A cidade também iniciou um processo de higienização nos espaços públicos. Nos terminais de ônibus, onde há maior circulação de pessoas, foram feitas higienizações em todo ambiente, boxes de paradas e pontos de espera. Nos coletivos, a limpeza foi realizada nos corredores, bancos, escadas, corrimãos e balaústres usados para apoio dos passageiros.

Nas vias da cidade, a higienização foi realizada nos pontos de maior aglomeração. Nesses locais, tratores pulverizaram uma solução de água e cloro de forma simultânea.

Na saúde, além da ampliação de leitos e a priorização de atendimentos a pacientes sintomáticos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Centro de Especialidades Médicas de Guarulhos (Cemegs), hospitais municipais e Unidades de Pronto Atendimento (Upas), foi disponibilizado o aplicativo Saúde Guarulhos, que possibilita que os usuários façam autoavaliações, respondendo um formulário sobre os sintomas apresentados.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, o aplicativo indica se o guarulhense precisava ou não procurar uma unidade de saúde, evitando a ida desnecessária a locais de alto risco de contaminação. 

Apesar de auxiliar, o intuito do aplicativo não é servir como uma forma de testagem. Ao apresentar os sinais da doença, o aplicativo indica os cuidados para que o deslocamento às redes de saúde seja feito com segurança. Para a detecção do contágio de forma segura, a cidade realizou uma série de mutirões de testagem.