Polícia Militar detém sete pessoas e apreende quase quatro toneladas de maconha no interior

Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar prendeu sete pessoas, entre 36 e 45 anos, e apreendeu quase quatro toneladas de maconha, neste domingo (5), em duas ações policiais distintas na região de Sorocaba.

Em Boituva, integrantes do 22° Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) flagraram seis homens e uma mulher transferindo diversos tijolos de maconha de uma carreta para dois caminhões menores, em um terreno na Vila Cidade Jardim. 

Na ação, 3.087 quilos da droga foram apreendidos, assim como os veículos, R$ 3.436 e seis celulares.

Exames periciais foram solicitados e o grupo, preso em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. A ocorrência foi registrada na delegacia local.

Uma carga de linguiça calabresa, encontrada no interior da carreta, foi apreendida para ser entregue à empresa proprietária do alimento.

Segunda apreensão

No mesmo dia, uma equipe do 5º Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) recuperou um carro roubado no Paraguai, que estava carregado com quase uma tonelada de maconha. A ação ocorreu na cidade de Bofete.

Depois de serem cientificados sobre uma caminhonete que fugiu de uma abordagem policial, inclusive com o uso de um dispositivo que solta fumaça, os policiais iniciaram buscas e localizaram o veículo abandonado, no km 186 da Rodovia Presidente Castelo Branco (SP-280).

No banco traseiro do carro e no porta-malas foram encontrados 1.440 tijolos de maconha, que somaram 902,6 quilos. Além disso, foram localizados quatro pares de placas com identificações diferentes, um rádio comunicador, documentos do Paraguai e um dispositivo no painel do meio, o qual ao ser acionado soltava uma grande quantidade de fumaça pelo escapamento. Em pesquisa em sistema, foi verificado que o emplacamento do veículo não era original e que a caminhonete havia sido roubada no país vizinho em abril deste ano.

O carro, as drogas e outros objetos foram apreendidos e exames periciais, solicitados. A ocorrência foi registrada na Delegacia Seccional de Polícia de Botucatu como localização e apreensão de veículo e objeto. As investigações prosseguem a fim de identificar os responsáveis.

- PUBLICIDADE -