Campanha Agosto Dourado destaca a educação como fator de transformação no aleitamento materno

Foto: Divulgação/PMG

Com o tema “Apoiar a amamentação é cuidar do futuro”, a campanha Agosto Dourado 2022 evidencia a educação como fator crucial de transformação. Ao longo do mês o Banco de Leite Humano Municipal, em parceria com a Rede Cegonha Guarulhos e o Comitê de Incentivo ao Aleitamento Materno, irá promover ações de conscientização e orientação sobre aleitamento materno para gerentes municipais, gestantes, puérperas (pós-parto) e comunidade.

Criada em 1992 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em conjunto com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a iniciativa Agosto Dourado atua em prol do incentivo à amamentação. A cor faz referência ao padrão-ouro de qualidade do leite materno, que é visto como o alimento mais completo para os bebês.

Além de saciar a fome, o leite materno colabora para a melhora nutricional da criança, diminui o risco de obesidade, hipertensão e diabetes, reduz infecções e alergias e possibilita um efeito positivo na inteligência e no laço entre a mãe e o bebê. O leite materno é rico em anticorpos essenciais para a saúde e a resistência dos bebês a doenças.

De acordo com a Estratégia Alimenta Amamenta Brasil, o recomendado é que os bebês sejam alimentados somente com leite materno até os seis meses de idade e que mesmo após a introdução dos primeiros alimentos sólidos, sigam sendo amamentados até, no mínimo, os dois anos de idade. Por isso é tão importante estimular cada vez mais a amamentação na primeira hora de vida, independentemente do tipo de parto, porque os bebês que mamam logo no início conseguem ter mais sucesso na amamentação exclusiva até os seis meses.

O Ministério da Saúde entende que o aleitamento materno é a medida de proteção mais econômica e eficaz no combate à mortalidade infantil, protegendo as crianças de infecções respiratórias, alergias e diarreias, entre outras doenças.

Além de orientar e auxiliar a mãe no manejo da amamentação, é fundamental também envolver os familiares para garantir a vinculação ao aleitamento materno. O cuidado com o bebê passa pelo cuidado com a recém-mãe.

- PUBLICIDADE -