Número de recém-nascidos na cidade cai no primeiro trimestre

O número de recém-nascidos apresentou queda em Guarulhos no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2015. De acordo com dados Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos do Ministério da Saúde (Sinasc) nos três primeiros meses de 2016 foram realizados 4.610 partos contra 5.001 em igual período do ano passado.
Em todo o ano passado foram realizados 19.045 partos em Guarulhos, incluindo hospitais públicos e particulares, além de partos de moradores do município e também de residentes em outras cidades. Os dados são preliminares, sujeitos a alterações.
Os partos por cesariana ainda são a maioria dos casos na cidade. Somente nos meses de janeiro e fevereiro desse ano Guarulhos registrou 1.253 procedimentos do tipo.
A quantidade representa 14% desses procedimentos realizados no ano anterior que contabilizou 9.378 partos. Em 2014, registrou-se um número ainda maior, 9.908, uma média de 826 cesarianas por mês.
Para reverter esse quadro, o Ministério da Saúde lançou no mês passado o Protocolo Clínico de Diretrizes
Terapêuticas para Cesariana para incentivar o parto normal e reduzir o número de cesarianas
desnecessárias no Brasil. Segundo a pasta, a cesariana já é a principal via de nascimento do Brasil, chegando a 55% dos partos realizados no geral e a 84,6% na rede privada.
No sistema público, a taxa é de 40%, mas ainda é considerada preocupante pelo governo. Entre os destaques do protocolo, além de derrubar o mito de que a cesariana é mais segura e que o parto normal é
sempre um procedimento de dor e sofrimento, é auxiliar na busca das melhores práticas em saúde.