Candidatos a vereador terão quase R$ 500 mil para gastarem com campanha

Os candidatos a vereador em Guarulhos poderão gastar quase R$ 500 mil com suas campanhas nas eleições deste ano. O valor foi fixado após a reforma eleitoral, aprovada no ano passado, que determinou em 70% o teto das despesas definido com base no maior gasto declarado no pleito anterior, ocorrido em 2012. Naquele ano um dos candidatos guarulhense declarou investimento de R$ 657,7 mil, dessa forma os gastos para este ano não poderão ultrapassar R$ 460,4 mil.

Com isso Guarulhos figura na primeira posição na lista dos municípios da Região Metropolitana, excluindo a capital, com maiores gastos para as eleições deste ano. Em segundo lugar aparece Osasco, com R$ 265,3 milhões; Cotia com R$ 241,3 milhões; Embu das Artes, R$ 222,9 milhões; e São Bernardo do Campo, com limite fixado em R$ 208,9 milhões.

Com o segundo maior colégio eleitoral do Estado de São Paulo, Guarulhos contará nesse ano com 902.720 eleitores. A expectativa é que o número de candidatos a uma cadeira no Legislativo também apresente crescimento em relação ao pleito de 2012 quando foram registradas 1.128 candidaturas.

Já para o primeiro turno do pleito para prefeito o limite será de 70% do maior gasto declarado em 2012. No entanto, se a última eleição tiver sido decidida em dois turnos, o limite de gasto será 50% do maior gasto declarado para o cargo no pleito anterior. Assim, em Guarulhos o valor será de R$ 3,4 milhões, tomando como base a prestação de contas declarada pelo atual prefeito Sebastião Almeida (PT) que empregou mais de R$ 6,9 milhões para sua reeleição. Segundo a Resolução 23.459, que dispõe sobre os gastos, para um segundo turno das eleições para prefeito, onde houver, o limite de gastos será de 30% do valor previsto.

Reportagem: Rosana Ibanez

Foto: Ivanildo Porto