Ligação entre estação de trem e aeroporto segue indefinida

A ligação entre a estação Aeroporto Guarulhos, da Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e os terminais 2 e 3 do GRU Airport segue indefinida. As obras devem ser feitas pela concessionária que administra o aeroporto, mas até o momento nada foi feito.

O grande problema é que a estação ficará próxima ao Terminal 1, distante assim dos terminais 2 e 3 em pelo menos dois quilômetros. Com isso é de competência da concessionária a construção de alternativas para o deslocamentos dos passageiros que desembarcarem da Linha 13 rumo ao embarque nos terminais.

O projeto original contemplava a construção de um monotrilho, orçado em US$ 40 milhões, para realizar o transporte gratuito dos passageiros. No entanto, as obras sequer começaram. Uma possível alternativa seria a extensão do ônibus entre os terminais e a estação da CPTM.

Durante as discussões com o Governo do Estado a ideia era que a construção da estação ficasse em distância suficiente para que passageiros pudessem caminhar até as áreas de check-in. Contudo, uma revisão foi feita após a concessionária informar a decisão de construir um shopping no local. Em troca, ficaria a cargo da companhia o transporte dos usuários aos terminais.

Em nota, a concessionária afirmou que está avaliando as alternativas técnicas para conectar todos os terminais de Guarulhos com a estação da CPTM no sítio aeroportuário. O cronograma do projeto está em linha com o prazo de entrega das obras da Linha 13-Jade.

Segundo a CPTM, o ramal deverá ser entregue no segundo semestre de 2018 a um custo total de R$ 1,8 bilhão. A nova linha terá 12,2 quilômetros de extensão, beneficiando 120 mil usuários. No total serão duas novas estações: Guarulhos Cecap e Aeroporto Guarulhos, além da estação Engenheiro Goulart, integrando com a Linha-12 Safira.