Pugilista é preso na Vila Olímpica

A segunda prisão por tentativa de estupro ocorreu nesta madrugada, quando o pugilista da Namíbia Jonas Junias, ele que esteve durante a abertura da Olimpíada representando seu país como porta-bandeira, foi levado para a Penitenciária de Bangu nesta madrugada, após tentar beijar a força uma camareira do hotel, e após a não aceitação, tentou oferecer dinheiro.

A embaixada da Namíbia não se pronunciou ainda sobre o caso, e Jonas terá uma luta programada para esta quinta-feira contra o francês Hassan Anzille, mas caso não consiga a saída da prisão, irá perder a luta.

Esse já é o segundo caso de estupro na Vila dos Atletas, o primeiro foi com o pugilista marroquino Hassan Sada, suspeito de estuprar duas camareiras.

Reportagem: Ulisses Carvalho