Ipem-SP reprova cinco de 233 balanças na área do check-in

GUARULHOS, SP, 15.08.2016: FISCALIZAÇÃO-SP - Funcionários do IPEM (Instituto de Pesos e Medidas) do Estado de São Paulo fiscalizam balanças de bagagem do aeroporto de Cumbica em Guarulhos (SP), na Grande São Paulo, para constatar se estão desreguladas nesta segunda-feira (15). (Foto: Joel Silva/Folhapress)

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) reprovou cinco das 233 balanças do Aeroporto Internacional de Guarulhos. Segundo o órgão do governo estadual, dois equipamentos estavam com visores danificados e três apresentando erros a favor do consumidor.

Além de Cumbica os terminais de Congonhas (São Paulo) e Viracopos (Campinas) foram alvos da operação especial do Ipem que tem como finalidade proteger o consumidor, ação denominada “Controle de Bagagem nas Olimpíadas” que verificou as balanças de check-in utilizadas no controle de pesos de bagagens.

A operação foi realizada ontem e fiscalizou 347 balanças, sendo cinco reprovadas. As 42 balanças do Aeroportos de Congonhas e as 72 do terminal de Viracopos foram aprovadas, não apresentaram erros na pesagem.

O objetivo desta operação especial foi intensificar a fiscalização dos instrumentos, especialmente os situados no check in para despacho de bagagens, a fim de averiguar se estão pesando corretamente e evitar prejuízos aos passageiros, como cobrança indevida de excesso de bagagem – caso a balança esteja desregulada.

Dentre as irregularidades que podem ser encontradas estão as balanças sem lacre e desreguladas; instrumentos com visor danificado, que dificulta a leitura do peso ou sem obstrução do visor; deslocamento da plataforma de pesagem, que pode resultar na pesagem incorreta; e instrumentos sem o controle de verificação legal, emitido em 2016 e válido até 2017.

Os responsáveis pelas balanças autuadas pelo IPEM-SP têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. Para esta categoria, as multas podem variar de R$ 451 a R$ 25 mil, dobrando na reincidência.