Energia furtada em Guarulhos daria para abastecer Caraguatatuba por um mês

A energia furtada ou fraudada em Guarulhos daria para abastecer toda a cidade de Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, por até um mês, segundo revelou o levantamento realizado pela distribuidora de energia elétrica, EDP Bandeirante, referente ao primeiro semestre.

O estudo mostrou que foram realizadas 29.797 inspeções na cidade por equipes que recuperaram 12.543 MWh de energia. A pesquisa foi realizada nos 28 municípios da área de concessão das regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo e, no total, recuperou 34.154 MWh, volume suficiente para abastecer uma cidade com 186 mil clientes por um mês.

A metodologia da pesquisa se baseou em medições para identificar irregularidades em medidores ou qualquer anormalidade na rede. O ato de furtar ou fraudar energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal. A penalidade aplicada é prisão de um a quatro anos, além de multa.

Segundo a EDP Bandeirante, quem pratica esse tipo de delito pode provocar sobrecarga na rede elétrica o que ocasiona interrupção ou oscilação do fornecimento para casas e até nas vias públicas.

As ligações irregulares trazem ainda o risco de acidentes mais sérios, como a morte do infrator ou de terceiros, pois os cabos da rede elétrica sempre estão energizados. “As fraudes também trazem prejuízos financeiros, e não apenas para a concessionária. Os próprios clientes são lesados, já que a tarifa do consumidor abrange parte das perdas elétricas da distribuidora e o custo da energia usada irregularmente é parcialmente repassado a todos os usuários regulares da rede”, explicou o representante de relações institucionais da EDP, Marcos Scarpa.

A empresa tem um canal para os usuários fazem denúncias de irregularidades na rede eletrica. O interessado deve entrar em contato pelos canais de atendimento no site www.edpbr.com.br ou no telefone 0800 721 0123, que funciona 24 horas por dia. O sigilo é total, e a inspeção, realizada com urgência.

Reportagem: Leticia Lopes

Foto: Ivanildo Porto