Polícia Civil incinera uma tonelada de droga que iria para a Europa

O Departamento de Núcleo de Cargas da Polícia Civil de Guarulhos incinerou ontem uma tonelada de cocaína. A droga, avaliada em R$ 15 milhões, foi apreendida há dois meses.

O material foi incinerado na empresa Safelca, localizada no aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica. De acordo com informações da Polícia Civil, foi a maior apreensão da cocaína no Estado de São Paulo.

A droga, que estava em poder de três pessoas que foram presas em flagrante, foi apreendida em junho na região do Pimentas. A cocaína estava dentro de um caminhão, aparentemente abandonado, estacionado num galpão na rua Décio da Silva.

Os policiais desconfiaram de dois indivíduos em um veículo e o seguiram até um restaurante nas proximidades da Rodovia Presidente Dutra. Logo em seguida, um carro preto carro estacionou no local, outro homem desembarcou do veículo.

A equipe abordou e depois de algumas perguntas foram informados sobre um galpão nas imediações, onde havia uma grande quantidade de drogas. Segundo o Núcleo de Cargas, a cocaína, ainda pura, seria transformada em mais de dez toneladas e seria distribuída na Europa. Essa é a primeira incineração de drogas do ano.

Reportagem: Leticia Lopes