Zoológico comemora o Dia do Tamanduá nesta terça-feira

A atividade acontece em dois horários: pela manhã, às 9h00, e à tarde, às 13h30. A entrada é gratuita.

A equipe do Zoo vai abordar também as outras duas espécies que vivem no Brasil, a Mirim, que é típica das áreas de cerrado, e o Tamanduaí, o menor e mais desconhecido deles, habitante da Floresta Amazônica. Segundo Gilberto Penido, gerente do Zoológico, as principais causas de extinção do tamanduá bandeira são o atropelamento nas rodovias, a caça e a destruição do seu habitat natural pelo homem.

O tamanduá se alimenta de formiga e cupim que apanha com sua longa língua, que mede cerca de 50 centímetros, após destruir os cupinzeiros e os formigueiros. “Algumas pessoas acreditam que eles podem matar por conta das suas garras, porém eles somente as utilizam para se alimentarem e só reagem se forem atacados, como muitos animais silvestres”, completa Penido.

Quem tiver interesse em conhecê-lo mais deve ir à atividade e depois pode aproveitar a oportunidade para vê-lo mais de perto no Zoo, que fica na rua Dona Glória Pagnocelli, 344, no Jardim Rosa de França, e funciona de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.