Guarulhos foi município que mais desmatou Mata Atlântica

Parque Estadual Carlos Botelho

Guarulhos foi o município paulista que mais desmatou a Mata Atlântica entre 2014 e 2015, com a eliminação de 12 hectares (aproximadamente a área de 12 campos de futebol) de floresta nativa. Isso é o que mostra o Atlas dos Municípios da Mata Atlântica, lançado pela Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), divulgado neste mês.

Em todo o estado, Guarulhos é seguida por Ferraz de Vasconcelos, com desmatamento de 11 ha; Paranapanema, 9 ha; São Paulo, 5 ha; e Itapevi e Juquitiba, ambas com desmatamento de 4 ha.

O desmatamento na cidade no período correspondeu a 26% do total registrado em todo o estado. Segundo a fundação, no estudo anterior que levou em consideração os anos de 2013 e 2014 o município foi responsável pelo desmatamento de 15 ha. De acordo com o levantamento, Guarulhos possuía 8.522 ha – na publicação anterior o município possuía 8.542 ha. Originalmente todo o território guarulhense pertencia à Mata Atlântica, contudo, somente 27% das áreas permanecem preservadas.