Lei da Coleta Seletiva, de coautoria de William Paneque, é sancionada

O prefeito Guti sancionou a Lei da Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos e Secos no último dia 20 de janeiro. O texto foi elaborado em 2015 e um de seus coautores é o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE-Guarulhos), William Paneque. À época, o dirigente era suplente de vereador na Câmara Municipal.

De acordo com o texto publicado no Diário Oficial, a lei tem os objetivos de preservar o meio ambiente e melhorar da qualidade de vida em Guarulhos, ampliar a coleta seletiva para todo o município, gerir de forma eficaz os resíduos secos e sólidos na cidade, reduzir a quantidade de material reciclável encaminhado para o aterro sanitário, e, por fim, estimular a consciência da população em relação ao descarte de produtos.

“É um grande avanço para Guarulhos. Há anos, por meio do Instituto Recicla Cidadão, eu trabalho por uma cidade mais sustentável, mas nunca tive o apoio do poder público. Com a sanção desta Lei, a Prefeitura se dispõe a procurar parceiros para realizar a coleta, a triagem, o beneficiamento e a comercialização de materiais recicláveis”, afirmou Paneque.

Ainda segundo a Lei, novos imóveis com dez ou mais unidades comerciais ou habitacionais deverão ter cestos de lixo para separar resíduos reaproveitáveis.
“Agora que a administração municipal está disposta a fazer a sua parte, as pessoas também precisam colaborar”, disse o presidente da ACE.
O texto também prevê que a coleta seletiva seja estendida para todo o município em um prazo de cinco anos.