Moradores da viela Aiquara correm risco de sofrer reintegração de posse da prefeitura

Os moradores da viela Aiquara, localizada próximo às ruas Mutuípe e Marinópolis, noo Jardim Presidente Dutra, correm o risco da reintegração de posse por parte da Secretaria de Habitação, que entrou com o pedido em 2014. A retirada de 23 famílias do local, segundo determinação judicial já expedida, está marcada para o próximo dia 18.

Há sete anos, a viela não passava de um terreno para despejo de lixo e consumo de drogas, conforme alegam os moradores. “Isso aqui era um abandono total, havia muito lixo, cachorro morto e até veículo abandonado”, disse o prestador de serviços Gomercindo Cerqueira.
Segundo Edna Aparecida, no inicio da construção das casas, havia ponto de droga e muita confusão com os moradores. “Antigamente comprávamos água por caminhões pipa, e hoje, nossa água é improvisada, pois uma pessoa, por caridade, nos forneceu a água”, revelou Ketlyn Pereira.

A prefeitura visitou o local pela última vez em dezembro para realizar a contagem do número de casas e famílias. Além da reintegração, os moradores revelam que desde 2011 tentam negociar para obter a escritura do terreno, mas nunca houve conversa com a prefeitura. Conforme denunciaram, na gestão do então prefeito Sebastião Almeida (PT), simplesmente as famílias eram informadas que a área pertencia à prefeitura, mas não o governo não dava um parecer sobre o que iria realizar na área.

Questionada pelo HOJE, a Prefeitura de Guarulhos informou que irá se posicionar sobre o caso nesta terça-feira (7).

Reportagem: Ulisses Carvalho
Foto: Ivanildo Porto