Assaltantes matam empresário na porta de casa na Vila Galvão

O empresário Luiz Carlos Pereiro Novo, de 62 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (1º), na Vila Galvão. A polícia acredita que a vitima tenha sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). O crime ocorreu por volta das 22h, quando Novo foi guardar a sua camionete Hilux na casa da sogra, na rua Santo Antonio. Ele havia acabado de retornar de Campos de Jordão, no interior paulista, onde passou o Carnaval.

Na porta da residência, o empresário teria sido abordado por dois homens. Um deles entrou no veículo e o segundo rendeu Novo. Os policiais que investigam o crime não sabem se o empresário reagiu na hora da abordagem. Vizinhos ouviram os disparos e depararam-se com a vítima caída na calçada.

Na fuga, os assaltantes ainda teriam passado por cima do corpo dele. A sogra de Novo, que tem 80 anos e estava em casa no momento do crime, não ficou ferida. Segundo familiares, ao ouvir os disparos, ela correu para dentro de casa, mas não sabia que era seu genro a vítima. O HOJE esteve no local do crime na tarde desta sexta-feira (3), mas ninguém quis falar a respeito do fato.

O crime foi gravado por câmeras de residências vizinhas e já estão em poder da polícia para averiguação das imagens. O empresário era casado e deixa mulher e dois filhos, de 19 e de 27 anos. Além de uma empresa de aluguel de quadriciclos em Campos de Jordão, Novo era dono de outra empresa, que alugava carrinhos usados por seguranças de shoppings.

Reportagem: Antônio Boaventura
Foto: Ivanildo Porto