Ainda sem prazo, Guarulhos negocia junto ao governo a implantação do AME

Reportagem: Antônio Boaventura

O prefeito Guti (PSB) e o secretário de Saúde, Roberto Lago, iniciaram na última semana tratativas com o governo do estado para a implantação da AME (Ambulatório Médico de Especialidades). Como contrapartida, a administração municipal terá de oferecer o espaço para a implantação da infraestrutura necessária, que ainda não tem prazo para início de suas atividades na cidade.

“Iniciamos as conversas na última semana e estamos trabalhando para trazer a AME para Guarulhos. Como contraproposta, o governo do Estado nos pediu uma área para a implantação da AME. No entanto, estamos à procura desta área na cidade”, explicou Guti.

Já o governador Geraldo Alckmin (PSDB) entende que a melhor alternativa para a instalação da AME no município é a formalização de uma parceria entre os governos, além de ressaltar ter os investimentos para a saúde como prioridade. “Nós vamos conversar com o Guti para fazermos a parceria. Tudo o que pudermos fazer para a saúde, faremos. Mas, tudo no caminho da parceria”, disse Alckmin.

Os AMEs são unidades de alta resolutividade, com modernos equipamentos, que oferecem consultas, exames e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes. O novo modelo começou a ser implantado em 2007 no Estado de São Paulo. Atualmente o Estado conta com 55 AMEs, sendo 30 deles AMEs Mais.