Em 100 dias de governo, Guti considera área da saúde como o principal desafio

Ao completar 100 dias de governo, o prefeito Guti reuniu a imprensa no Paço Municipal, nesta terça-feira (11) e fez um balanço da sua gestão. Ele revelou que desde o dia 1º de janeiro, quando assumiu o cargo, conseguiu economizar R$ 170 milhões com ações na Educação e na Administração, em especial com a redução dos cargos comissionados e o número de secretarias. Porém, considerou a área da saúde como o principal desafio de seu mandato.

De acordo com o prefeito, a falta de insumos nas unidades de saúde e hospitais do município é motivo de constante discussão entre ele e seu secretariado. E em vários momentos da entrevista coletiva apontou a inadimplência da gestão anterior, do ex-prefeito Sebastião Almeida, como principal motivo pelos problemas de atendimento da rede municipal de saúde.

“É a área que temos como maior desafio. Isso não é o prefeito e nem as pessoas da administração que falam, mas os moradores. O Roberto Lago [secretário de Saúde] está trabalhando, assim como eu. A saúde precisa avançar e bastante”, observou o chefe do Executivo.

O peessebista acredita que com a aprovação dos projetos de reestruturação da máquina pública pela Câmara Municipal na última quinta-feira (6), em sessão que se estendeu por quase 14 horas, a prefeitura consiga reduzir a folha de pagamento em até R$ 70 milhões por ano. Na Educação, a economia está relacionada a materiais e a aquisição dos uniformes escolares.

Apesar de apontar a economia, Guti admitiu que está priorizando neste primeiro momento a quitação de débitos existente com prestadores de serviço. No entanto, ele entende que em virtude dos problemas econômicos que atravessam o país, ainda não é possível planejar de que forma e onde utilizar o valor economizado.

“O dinheiro que nós conseguimos poupar não quer dizer que vamos ter condições de investir. Precisamos primeiro equilibrar as contas, até por que a nossa dívida pode aumentar. A nossa dívida é de R$ 7,4 bilhões”.

Ele também apontou problemas estruturais e de projeto na obra do Trevo de Bonsucesso. O prefeito destacou ainda que as desapropriações é o maior entrave para que Trevo possa ter condições de estar devidamente adequado com as necessidades que aquele local necessita e possa viabilizar maior fluidez do trânsito naquela região. “Já estamos viabilizando as desapropriações necessárias para dar continuidade às obras de ampliação”, concluiu.

Principais destaques

– 218 toneladas de leite entregues para 108 mil crianças;
– Pagamento de gratificação para professores;
– Implantação da Escola 360 em 40 unidades;
– Criação de 17 Núcleos de Apoio à Saúde da Família;
– Início da reestruturação do Sistema de Saúde Municipal;
– Liberação de verbas pelo Ministério da Saúde;
– Inauguração do Centro Multiprofissional para Pessoa com Deficiência;
– Implementação de terminais para recarga do Bilhete Único;
– Uso compartilhado das bases da Guarda Civil Municipal (GCM);
– 45.970 metros quadrados em varrição de ruas;
– 11.550 toneladas de resíduos recebidos nos 19 PEVs;
– Inauguração do Programa Aprende;
– Realização do Experimenta Saúde e da 5ª SP Export;
– Conclusão das obras da Ponte da Vila Any;
– 114.240 alunos com uniformes e kits escolares;
– Inauguração da UBS Jardim Primavera;
– 17.765 buracos tapados;
– Inauguração do Programa Via Rápida;
– Redução para 20 secretarias municipais;
– Conquista da Certidão Negativa de Débitos;
– Chaves de 560 moradias entregues;
– Aumento de 54,7% no patrulhamento escolar;
– 114 GCMs reintegrados às ruas
– Liberação de mais de 700l/s de água.

Principais metas em 1 ano

– Ampliar para 8% a rede de tratamento de esgoto;
– Transformação do PA Paraíso em UPA;
– Abertura das UPAs Cumbica e Paulista;
– 30 leitos a mais no Hospital Stella Maris;
– Viabilizar a AME Mais para Guarulhos;
– Criação do Cemeg Cumbica;
– Zerar o déficit de vagas nas creches;
– Implantar a Escola 360 em 70% da rede;
– Revisão do Plano de Zoneamento;
– Revisar a Lei de Micro e Pequenas Empresas;
– Nova Lei de Incentivos Fiscais;
– Contratação de 120 Arte-Educadores;
– Viabilização do Programa Moradias Transitórias;
– Início da instalação do Centro de Manutenção da American Airlines;
– Entrega de 80% do Trevo de Bonsucesso

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto