Prefeito afirma que o orçamento deve fechar abaixo dos R$ 4,2 bi aprovados

O prefeito Guti (PSB) afirmou nesta terça-feira (11), em coletiva no Paço Municipal, que o município deve fechar o ano de 2017 com seu orçamento inferior ao montante de R$ 4,2 bilhões aprovado pela Câmara Municipal. Ele revelou que deve entrar nos cofres municipais a quantia variada entre R$ 3,3 bilhões e R$ 3,6 bilhões.

“Estudos apontam que o orçamento deve ser fechado entre R$ 3,3 bilhões e R$ 3,6 bilhões. Estamos fazendo todos os esforços para reduzir o gasto com a máquina pública. Precisamos diminuir os contratos”, explicou.

Entretanto, o chefe do Executivo entende ser necessário dispor de esforços mútuos para que o cenário seja alterado nos próximos anos. “Pra fazer Guarulhos voltar a andar nos trilhos novamente é preciso trabalhar todos os dias”, disse.

Ele também revelou aspectos da composição do quadro negativo que atravessa a cidade economicamente. O Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) possui uma dívida de R$ 2,9 bilhões, para a Previdência Social a cidade deve R$ 1,4 bilhão, para fornecedores R$ 1,3 bilhão, outros R$ 800 milhões relacionados a precatórios, R$ 360 milhões que restam a pagar, R$ 200 milhões em juros e a Proguaru que tem débitos no total de R$ 450 milhões.

“Fizemos uma repactuação da dívida e vamos pagar em 99 vezes de R$ 13 milhões para que a gente consiga pegar a CND. Já assinamos e provavelmente ela já deva estar para sair”, concluiu.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto