Cleiton Alcântara da Silva, 41 anos, foi preso na madrugada deste domingo (23), no bairro Ponte Alta, por suspeita de estuprar sua própria filha de 16 anos. Segundo a adolescente, seu pai estava embriagado quando cometeu o crime. O infrator assumiu a autoria do delito e foi encaminhado ao 4º Distrito Policial de Guarulhos.

Sem informar quando e como ocorreu o fato, ela conseguiu se comunicar, via aplicativo de mensagens, com uma colega chamada Rita, que segundo a polícia militar, foi ela quem realizou o comunicado do incidente criminoso, através da central 190 da PM.

Questionado sobre o ato, Silva, que já se encontrava na parte externa de sua casa, assumiu a autoria do crime. Diante da confissão, ele acabou detido em flagrante e foi conduzido ao Distrito Policial pelo Cabo João e o Soldado Tiago Souza. O mesmo também ressaltou que a prática se deu quando ele estava embriagado.

O Boletim de Ocorrência lavrado aponta o crime de estupro cometido por Cleiton. Segundo o artigo 213 do Código Penal Brasileiro, ele pode pegar até 12 anos de detenção. Sua filha foi encaminhada até o hospital Pérola Byington, na Capital, para exames mais detalhados.

Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

2 COMENTÁRIOS

  1. Isso não é pai é um monstro acabou com a vida dela verme ele não é suspeito ele confessou que fez tem que por ele junto com os piores dentro do presídio e os presidiários fazer ele sofre mais do que ele foi capaz de fazer a guria passa

  2. Que horror! Estes monstros estrupadore tem que ír para a cadeia!E nunca mais sair de lá!Tem que ter uma nova lei no Brasil! Pena de morte para estrupo.Estes monstros é solto e volta atacar á sociedade! Isso temvque acabar! ?Bom dia Brasil!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here