Share
Sincoverg não respeita decisão da 4º Vara do Trabalho, e  ônibus continuam parados

Sincoverg não respeita decisão da 4º Vara do Trabalho, e ônibus continuam parados

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo (Sincoverg), não respeitou a decisão da liminar obtida pela prefeitura junto a 4º Vara do Trabalho, e a situaão do transporte municipal e intermunicipal continua paralisada.

A decisão judicial prevê multa de R$ 400 mil pela entidade sindical em caso de descumprimento. A liminar obtida exige a presença de 70% da frota circulando no horário de pico. Essa não é a primeira vez que a prefeitura obtém essa liminar, e durante a paralisação no dia 15 de março, a administração municipal também entrou na justiça, porém, a greve ocorreu da mesma forma.

Deixe seu Comentário