Share
Ministério Público instaura inquérito para saber o motivo do abandono de prédio que custou R$ 14 milhões para ser a nova sede da Câmara

Ministério Público instaura inquérito para saber o motivo do abandono de prédio que custou R$ 14 milhões para ser a nova sede da Câmara

Câmara: A nova sede foi adquirida em 2011, mas continua abandonada, e enquanto isso, são gastos R$ 400 mil mensais em aluguel nessa atual sede

O Ministério Público instaurou inquérito para apurar possíveis irregularidades na que seria a nova sede da Câmara dos Vereadores, situada na avenida Guarulhos, região central. Adquirida em 2011, pelo valor de R$ 14,8 milhões, quase seis anos se passaram e nada foi mudado,mas a sede atual da Câmara permanece a mesma, com R$ 400 mil sendo gastos em aluguéis.

O objetivo do Ministério Público é o questionamento de abandono, pois se há uma nova sede, porque ainda continua pagando aluguel. A nova sede, foi adquirida após a falência de uma empresa de tapetes, que também teve o patrimônio penhorado.

Outra possibilidade que estuda o Ministério Público, é uma compra sem análise estrutural do edifício.

Foto: Aldieres Batista/ Site G1

Deixe seu Comentário