Share
Pais se exaltam com secretário de saúde após falta de atendimento no HMCA

Pais se exaltam com secretário de saúde após falta de atendimento no HMCA

Nesta última segunda-feira (8), uma confusão no inicio da noite tomou conta do Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA). Muitos pais teriam discutido com o secretário de saúde, José Sérgio Iglesias Filho, que assumiu o cargo na última sexta-feira (5).

Segundo a mãe Ionice Leal Queiroz, durante uma visita do secretário ao local, os pais se exaltaram diante da constante espera e da falta médicos, e começou uma grande discussão no hospital. “Eu cheguei lá era 18h15, mas tinha gente esperando desde as 13h, e com a visita do secretário, muitos pais discutiram com ele. Se não fosse outras pessoas da saúde que chegaram ao local, e conduziram o secretário a uma sala nos fundos do hospital, a situação poderia piorar”, disse a cuidadora de idosos Ionice.

Os casos de espera do hospital ocorrem desde o inicio do ano, mas não é somente esse o problema, existe à falta de medicamentos e o número reduzido de médicos. “ Me disseram que havia apenas um médico no hospital. Nunca tinha visto essa cena na minha vida, estava muito cheio, havia mães em pé com criança no colo”, afirmou Ionice.

O conselheiro municipal de saúde, Pedro Gomes, diz que o próprio prefeito deixou a situação chegar nesse caos. “Retiraram vários trabalhadores do HMCA para justificar a terceirização, e diminuíram a carga horária em um hospital que havia 10 médicos por plantão”, afirmou Gomes.

Com diversos relatos de espera, e sem uma definição, Ionice decidiu ir a farmácia comprar um remédio para a filha, que estava com o intestino preso. “Tudo estava cheio, tinha muita criança. A partir de agora vou começar a levar minha filha em São Paulo, porque lá ela vai receber atendimento”, revelou a mãe.

A reportagem do HOJE questionou a Secretaria de Saúde sobre a confusão no hospital. A secretaria não entrou em detalhes, mas afirmou em nota, que o secretário estava presente durante o ocorrido. “Com relação ao questionamento sobre o Hospital Municipal da Criança e do Adolescente, a Secretaria de Saúde confirma que o secretário esteve no local na segunda-feira passada, quando ocorreu a confusão. No entanto, já dialogou com a equipe do Instituto Gerir e requisitou a presença de mais médicos para efetuar o atendimento, o que já foi equacionado”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

Foto: Ivanildo Porto

Deixe seu Comentário