Secretaria de Educação elabora documento para prevenção dos danos do jogo da “baleia azul”

Seu propósito é acabar com a própria vida após concluir uma série de 50 desafios. O jogo da “Baleia Azul” tem como seu alvo adolescentes de diferentes idades. Como prevenção, a Secretaria de Educação do Estado elaborou um documento para orientar os alunos quanto aos perigos que representa o jogo. Já a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel) afirma que monitora os alunos da rede municipal em relação ao tema.

A pasta ainda ressalta que não há registro de tal prática nas escolas da rede municipal, uma vez que o referido jogo alcança jovens entre 15 e 29 anos. Como a faixa etária atendida pelas escolas da Prefeitura de Guarulhos, em sua maioria, vai de 0 a 5 anos na Educação Infantil, e dos 6 aos 11 anos no Ensino Fundamental, a orientação para as escolas objetiva potencializar o uso lúdico e saudável que é feito das novas tecnologias.

A Secel informa também que faz o monitoramento e acompanhamento das unidades escolares com vistas a prevenir casos dessa natureza. Caso necessário, o tema será devidamente abordado em formação com os educadores e em reunião de pais e educadores.
Já a Secretaria de Estado da Educação já elaborou documento orientador sobre o uso de jogos em redes sociais, acompanhamento de comportamentos novos ou estranhos, excesso de atenção nas redes são alguns dos temas que estão presentes no material.

Serão estimulados debates e projetos que envolvam pais, alunos, professores. Os Grêmios Estudantis também serão convocados para fazerem parte dessa frente que pretende conduzir os jovens para uma discussão construtiva e que afaste comportamentos nocivos.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]