Por falta de transporte, alunos da escola Darcy Ribeiro estão se ausentando da sala

Sem condições financeiras para custear o transporte, mães estão deixando de levar seus filhos para a escola. Essa situação ocorre na Escola da Prefeitura de Guarulhos Darcy Ribeiro, lno Santos Dumont. Já a administração municipal alega que todos os alunos daquela unidade educacional estão sendo atendidos com o transporte ofertado pelo governo.
Para obter a gratuidade do transporte escolar, o aluno precisa morar pelo menos dois quilômetros de distância da escola em que está matriculado, conforme o decreto municipal n.º 22451/2004 e a portaria municipal n. º 54/2009-SE. Entretanto, mães de alunos alegam que mesmo habitando a mais de dois quilômetros elas não conseguem o benefício para seus filhos.

“Eles alegam que não temos direito ao transporte, mas fazendo uma aferição da distância entre a minha casa e a escola e constatamos que supera 2 quilômetros. É um absurdo! Quando precisam sabem bater na nossa porta e depois viram as costas para nós. Com isso as crianças estão perdendo aulas por que não temos condições de levá-los”, disse a auxiliar de Limpeza Naelça Santos, 47 anos.

Convivendo com o mesmo problema, a dona de casa Maria Elenise, 46, revelou que não consegue reunir condições financeiras para levar seu filho todos os dias para a escola. Ela também afirma que utiliza o serviço durante a gestão anterior e que sem maiores explicações deixou de ser contemplada.
“Tem semana que não levo todos os dias. As pessoas precisam deste serviço e com isso muitas delas não estão indo a escola. Quando levo preciso desembolsar R$ 200 por mês, valor que pesa no meu orçamento. E me disseram na escola que não tenho direito mesmo ao transporte”, explicou Maria.

Já Vânia Santana, 30, que está desempregada e alega morar a 4,5 quilômetros da escola Darcy Ribeiro, revela que já cogitou até levar seus filhos a pé para que não perdessem as aulas. “Eu não estou trabalhando e levo meus filhos à escola somente quando tenho dinheiro para pagar o transporte”.

A Prefeitura de Guarulhos ressalta que são atendidos 11 mil alunos com o transporte escolar. Crianças, jovens e adultos com deficiência, transtornos educacionais globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, sem qualquer restrição de distância ou faixa etária também são contemplados pelo Transporte Escolar Gratuito (TEG). O custo anual deste serviço é de aproximadamente R$ 15,7 milhões.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto