Share
Empresário do grupo JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio de Eduardo Cunha

Empresário do grupo JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio de Eduardo Cunha

Segundo informações do jornal O Globo, os donos da empresa JBS, Joesley Batista e o irmão Wesley, entregaram diretamente no gabinete do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, uma gravação constando um diálogo do presidente Michel Temer que estaria dando ao Eduardo Cunha (PMDB), e ao operador Lúcio Funaro, uma mesada na prisão com o objetivo de manter a possível delação de informações em silêncio.

Além do presidente Michel Temer (PMDB), também foram gravados o senador Aécio Neves (PSDB), pedindo R$ 2 milhões para o dono da JBS, em uma cena que teria sido gravada pela Polícia Federal.

Deixe seu Comentário