Mesmo que sua função seja fiscalizar, o secretário de Desenvolvimento Urbano (SDU), Jorge Taiar, após a audiência pública da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), afirmou que o propósito da pasta na gestão do prefeito Guti (PSB) é a de orientar o empresariado para que ele tenha o seu empreendimento legalizado, conforme legislação, com o município.

Taiar ainda acrescentou que esta tendência foi uma das promessas de campanha do atual chefe do Executivo. Ele também ressaltou que são raros os casos, sem revelar a quantidade, em que a pasta opta por interditar um estabelecimento.
“Durante a campanha o prefeito Guti (PSB) pregou isso. O intuito é de ajudar o empresariado na desburocratização e dentro da legalidade. Vamos orientar para que esteja dentro da legalidade. Infelizmente, existem casos que somos obrigados a fazer a lacração em função do descumprimento com a lei”, disse Jorge Taiar.

O gestor daquela secretaria entende que o processo de regularização é benéfico para ambas as partes, e por isso que o governo irá investir seus esforços ou priorizar suas ações no processo de orientação. Entretanto, mesmo que estas ações sejam direcionadas ao próximo ano, conforme apresentação da LDO, Taiar não revelou prazos para o início deste processo.

“Vamos nos dirigir ao empresário com o intuito que ele se regularize, até por que é bom para o município. Nós não temos nenhuma vantagem ou ganho se fecharmos a empresa. A empresa regularizada ela está recolhendo tributos. Temos que orientar para que ele esteja legalizado”, concluiu.

Reportagem: Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here