MTST intensifica protestos em Guarulhos e quer auxílio da Caixa para financiamento de moradias

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) vem intensificando suas ações na cidade de Guarulhos desde o mês de abril. Nesta quinta-feira (6), integrantes do grupo ocuparam parte da avenida Salgado Filho, na região central, para pressionar dirigentes da Caixa com intuito de integrá-los ao programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

O primeiro ato do MTST na cidade ocorreu em abril com a ocupação de área que seria destinada à construção do Parque Tecnológico. No mês passado, a ação do movimento ocorreu no Jardim Centenário, região do Pimentas, em área de aproximadamente 60 mil metros quadrados, além de protestos realizados na região central e no Paço Municipal.

Entretanto, nesta quinta-feira a manifestação tinha como propósito a incorporação dos ocupantes, que estão no terreno do Jardim Centenário, no programa social do Minha Casa Minha Vida. No entanto, a pressão dos manifestantes não surtiu o efeito esperado. Isso por que o responsável pela agência da Caixa da unidade da Salgado Filho não estava no local.
“Estamos em busca da moradia e para negociar com a Caixa verba, até por que nós não temos dinheiro para fazer a construção. Estamos com um terreno de 54 mil metros quadrados”, explicou o barbeiro Michael Pereira, 34 anos, um dos coordenadores do movimento.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto