42ª Fase da Operação Lava Jato prende donos de agência que atendia a Prefeitura de Guarulhos

A 42ª fase da Operação Lava Jato prendeu na manhã desta quinta-feira (27), dois sócios de uma agência de publicidade, Arcos Propaganda, que atendeu a Prefeitura de Guarulhos no ano de 2014. Os dois homens, André Gustavo Vieira da Silva e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, são suspeitos de cobrar propina da empreiteira Odebrecht para o ex-presidente da Petobras, Aldemir Bendine, preso nesta manhã na residência da filha na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo.

Os dois sócios da agência foram presos na cidade de Recife. A Arcos intermediava negociações de mídia pela administração municipal, porém, chegou a ter a licitação contestada por outra concorrente na época, Multicom, que conseguiu com que a justiça rompesse o contrato com a administração municipal.

No dia 22 de março de 2016, um dos sócios, Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, foi levado pela Polícia Federal(PF) para prestar depoimento coercitivamente, na Operação Xepa, onde de acordo com a Receita Federal na época, Júnior teria locado um imóvel em São Paulo para se encontrar com operadores do sistema de propina da Odebrecht.

A agência tem matriz na cidade de Recife, porém, possui sedes também no distrito Federal, Rio de Janeiro e em São Paulo. Os três foram presos provisoriamente pelo prazo de cinco dias, podendo ser prorrogado pelo mesmo prazo ou convertida em preventiva.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil/Fotos Públicas