A PF e a Receita Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, apreenderam, com um passageiro de voo internacional, diversos pássaros da fauna brasileira.

Os animais apreendidos foram encontrados com um homem, nacional do Perú, que os transportava de forma inadequada, dentro de pequenas caixas que estavam dentro de uma mochila comum. Em cada caixa havia dois pássaros. Ao ser abordado por servidores da Receita Federal, o homem alegou que era colecionador de aves e que não possuía documentos que comprovassem a origem dos animais. A Polícia federal foi acionada e constatou a inadequação do transporte, o que configurou maus tratos aos animais e solicitou a presença de um servidor do Ibama para realização de análises técnicas referentes aos animais apreendidos. O homem disse aos policiais que adquiriu as aves na cidade de Itatiba, interior de São Paulo, pagando por elas quase 6 mil reais, mas se recusou a informar o local da aquisição.

Os 26 pássaros, identificados como canários belgas, foram encaminhados ao Ibama e o passageiro, que pretendia leva-los ao Perú, foi indiciado na lei de crimes ambientais por possuir e transportar espécimes da fauna silvestre sem a devida autorização legal e também por maus tratos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here