Município registrou mais de 1.000 multas a motoristas que colocam em risco a segurança

Um total de 1.076 motoristas de Guarulhos foram multados no primeiro quadrimestre deste ano com atitudes que, além de caracterizar infração de trânsito, colocam em risco a segurança na via. Entre elas, virar-se para pegar algo no banco de trás, comer, ler, fumar, namorar ou se maquiar ao volante. Somente esse tipo de infração gerou 165 multas aplicadas no período. Em todo o ano passado o número chegou a 566.

Segundo o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) outra infração comum é usar chinelo ou saltos para conduzir. Essa atitude também afeta a segurança dos motoristas e pode ocasionar acidentes por comprometer o uso dos pedais do veículo. Nos primeiros quatro meses deste ano 149 guarulhenses foram flagrados dirigindo dessa forma. Em 2016 foram 596 multas aplicadas por este motivo.
Outro perigo constante é o uso de celular enquanto dirige. Não é permitido utilizar o aparelho enquanto o veículo está em deslocamento, mesmo durante paradas temporárias, em semáforos ou pedágios, por exemplo. Com o carro em deslocamento, o celular pode ser utilizado somente na função GPS, fixado no para-brisa ou no painel dianteiro. Esta foi a infração campeã no ano passado na cidade quando 2.463 motoristas foram multados. No primeiro quadrimestre de 2017 já foram 762 multas aplicadas.

“A imprudência e a desatenção são fatais no trânsito. Dados do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito indicam que 94% dos acidentes com mortes são causados por falha humana no Estado. Então, com mudança de comportamento podemos reverter esse dado alarmante e poupar vidas”, reforça Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.
De acordo com o departamento, os dados se referem a quantidade de multas aplicadas exclusivamente no perímetro urbano pelo Detran, por meio da Polícia Militar. Os números não representam o total de multas aplicadas no município porque os órgãos de trânsito das prefeituras e os rodoviários também fiscalizam e autuam as infrações cometidas pelos condutores ao volante.

Reportagem: Rosana Ibanez
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto