Polícia Federal apreende 18 cobras e 12 lagartos em mala no Aeroporto de Guarulhos

A Polícia Federal (PF), em ação conjunta com a Receita Federal apreendeu, nesta sexta-feira (15), no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, animais silvestres exóticos com um passageiro que desembarcou de voo internacional.

O homem, um brasileiro de 38 anos de idade, desembarcou de voo procedente de Madri, Espanha, com escala em Lisboa, em Portugal, e foi selecionado nos canais alfandegários, localizados no terminal 2 do aeroporto, por servidores da Receita Federal para inspeção. Os fiscais localizaram, dentro das malas do passageiro, 18 cobras e 12 lagartos sem qualquer tipo de documentação legal que autorizasse o seu transporte ou introdução dos mesmos no País. Os animais silvestres estavam em condições precárias, envoltos em meias femininas e dentro de potes plásticos. Os policiais federais foram acionados e conduziram o homem à delegacia, juntamente com testemunhas e uma equipe de servidores do IBAMA, para que fosse feita a identificação dos animais e para que o mesmo fosse ouvido. Aos policiais o conduzido disse que não adquiriu os animais para comércio e que os havia comprado em Portugal, pagando por eles cerca de 800 euros. Pela posse dos animais o IBAMA aplicará uma multa que ultrapassa os 100 mil reais. Após uma rápida busca na internet foi possível verificar que o homem possui anúncios de animais semelhantes numa famosa rede social. A Polícia Federal realizou a prisão em flagrante do homem pelos crimes de contrabando, maus-tratos aos animais, introdução de espécime animal no País sem parecer técnico oficial favorável e licença, receptação e falsidade ideológica.

O preso será recolhido ao presídio estadual onde ficará à disposição da Justiça.