Com o objetivo de reduzir gastos, GCM diminui número de viaturas nas ruas

A Guarda Civil Municipal (GCM), vem racionalizando o número de viaturas na cidade. A informação foi confirmada pela Secretaria Para Assuntos de Segurança Pública (SASP), alegando a redução de custos, porém, a secretaria fez questão de enfatizar que mesmo diante desse quadro, não irá prejudicar o atendimento essencial para a população.

A frota da GCM atual é composta por 19 motocicletas locadas, além de 12 motocicletas patrimoniadas, 45 viaturas e 6 motos destinadas para o projeto Crack é possível Vencer. A pasta também fez questão de afirmar que o gasto mensal de combustível é de aproximadamente 40 mil litros.

Essa medida pode afetar principalmente o Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), que realiza diversas apreensões de drogas em patrulhamento nos bairros com a Operação Bairro Seguro, coibindo furtos, roubos e tráfico de drogas em diversas regiões.

Com a redução, isso poderá prejudicar também a Operação Pancadão, que já encerrou 35 pancadões neste ano, segundo informações da Secretaria para Assuntos de Segurança Pública, que também informou sobre 30 operações com o objetivo de impedir bailes funk, com participação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Polícia Militar. Nestas ações, já foram apreendidos 50 veículos e 21 estabelecimentos foram fechados.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]

Foto: Sidnei de Barros