“Foi como se eu tivesse tido mais um filho”, diz PM que realizou parto no São João

Entre as inúmeras vidas salvas pela Polícia Militar diariamente, uma ficará marcada de forma especial. A pequena Yngrid Batista nasceu com a ajuda da tropa paulista no dia 12 de outubro de 2017, data em que é comemorado o Dia das Crianças.

Uma equipe da 1ª Companhia do 31º Batalhão Metropolitano atendia uma ocorrência na Estrada do Saboo, no Jardim São João, em Guarulhos, quando foi avisada sobre uma gestante em trabalho de parto muito perto daquele local.

Como a futura mamãe já apresentava fortes dores, os policiais militares decidiram colocar em prática os procedimentos e técnicas adquiridos na Escola Superior de Soldados (ESSd) e iniciaram o parto dentro da viatura.

“Como as contrações estavam aumentando muito rápido, colocamos a gestante na viatura e fomos para o hospital, mas no meio do caminho precisamos estacionar para realizar o parto”, disse o cabo Cristiano Oliveira, um dos responsáveis pelo parto.

Após muito trabalho, a criança veio ao mundo. Porém, os problemas não estavam totalmente resolvidos. A pequena Yngrid nasceu sem respirar, causando grande preocupação. A equipe aplicou técnicas de emergência e desobstruiu as vias respiratórias da criança.

“Por ser Dia das Crianças, a gente fica com aquela vontade de estar em casa com a família, mas fui trabalhar para servir e proteger a população. No momento em que a criança nasceu, eu senti a mesma emoção que senti quando meu filho nasceu. Foi como se eu tivesse tido mais um filho”, afirmou o policial.

Após o parto, mãe e filha foram encaminhadas ao Hospital Geral de Guarulhos, onde permaneceram sob cuidados médicos e passam bem. “Quando cheguei em casa e contei para minha família, todos começaram a chorar. É importante realizar ações como essa, renova os nossos ânimos”, finalizou o policial.

Crédito: SSP