CCR NovaDutra contabiliza a passagem de mais de 19 mil romeiros a pé pela via Dutra entre setembro e outubro, em direção à Aparecida

A CCR NovaDutra informa que registrou a passagem de 19.959 romeiros a pé pela via Dutra entre 1 de setembro e 15 de outubro (último domingo, retorno do feriado), aumento de 114% de peregrinos, em relação ao mesmo período de 2016. Este ano, o aumento aconteceu durante as festividades do jubileu dos 300 anos da imagem de Nossa Senhora Aparecida. A contagem foi realizada pela Concessionária na praça de pedágio de Moreira César, localizada no km 88 da via Dutra, em Pindamonhangaba (SP), e na praça de pedágio de Itatiaia (RJ), localizada no km 318, no Sul Fluminense.

Neste mesmo período, a Concessionária realizou 38 atendimentos clínicos a romeiros e registrou o atropelamento de três peregrinos: uma vítima fatal, em Aparecida, de um romeiro que seguia a pé; e outros dois atropelamentos de romeiros ciclistas, em Taubaté, ambas as vítimas leves e encaminhadas a hospitais da região.

De acordo com dados de anos anteriores há registro de romarias a pé pela Dutra até a primeira quinzena de novembro, por isso a Concessionária prossegue com a sua campanha de segurança, com distribuição de folhetos aos motoristas nas praças de pedágio; plantões ao vivo, dicas de segurança e divulgação dos trechos onde há peregrinos a pé na programação da CCRFM 107,5; faixas refletivas afixadas ao longo da rodovia e mensagens nos painéis eletrônicos. As equipes do SOS Usuário também abordam os grupos de romeiros a pé, organizadores e carros de apoio, distribuindo folhetos com orientações sobre a Rota da Luz SP e de como se comportar na rodovia.

A CCR NovaDutra ressalta que não recomenda a realização de desse tipo de manifestação de fé na via Dutra, em função do risco que representa, e, continua transmitindo dicas de segurança aos grupos na rodovia e reforça aos peregrinos a orientação para utilizar a nova Rota da Luz SP.