Ter um aquário em casa exige cuidados especiais

Poucos pets causam mais admiração do que os peixes. Além de observá-los no aquário, o dono também cria uma conexão e se apega ao animal, por mais que ele não tenha tanta interação como um gato ou um cachorro. No entanto, quem deseja ter um aquário em casa, mas não tem muita experiência no aquarismo, deve seguir algumas dicas:

Peixes necessitam de cuidados como qualquer outro pet

Algumas pessoas pensam que ter um peixe não dá trabalho algum, compra por impulso e o animal morre dias ou semanas depois. Assim como qualquer pet, ter um peixe exige trabalho e compromisso, principalmente pela manutenção necessária ao aquário.

Busque um profissional

Quem está começando deve buscar um profissional para esclarecer todas as dúvidas e entender as diferenças de aquários, peixes, entre outros. A internet pode ser uma boa fonte, mas é interessante ter uma consulta com um especialista para entender mais do animal.

Escolha entre água doce e salgada

À primeira vista, um aquário de água doce costuma ser mais fácil para iniciantes. O marinho, além do filtro e todos os outros cuidados de um de água doce, ainda conta com outros detalhes como, por exemplo, a salinidade (quanto sal vai ser dissolvido na água) e outros testes para ver se é possível colocar corais. A vantagem é que, depois de estabilizado, os peixes do aquário de água marinha costumam morrer menos.

Defina qual aquário deseja

É importante definir qual tipo e tamanho de aquário a pessoa deseja ter. Por mais pessoal que seja essa decisão, o aquário deve ser colocado em um local que possibilite colocar luz e ter um espaço específico.

Escolhendo os peixes

Este ponto é outro que varia bastante, no entanto há peixes que são mais fáceis de cuidar para quem está iniciando, como o beta, kinguio e a carpa.