Guti afirma que escuta na Secel foge ao que entende ser relação republicana

O prefeito Guti afirmou nesta sexta-feira (20) que a escuta ambiental – equipamento usado para captação de conversas não telefônicas dentro de um determinado ambiente – encontrada na Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), durante inspeção na última segunda-feira (16), não condiz com aquilo que entende ser uma relação republicana. O fato foi revelado com exclusividade pelo HOJE na edição desta terça-feira (17).

“Esse tipo de situação vai contra as relações republicanas que sempre pregamos”, disse. O equipamento foi encontrado durante uma inspeção feita por funcionários da prefeitura na Secel. Ele estava escondido no interior de um duto de ventilação na sala usada pela secretária da pasta, professora Marli Aparecida Nabas Lopes. A Polícia Civil foi acionada e encaminhou o equipamento de espionagem para o Instituto de Polícia Científica (IPC) onde ele será periciado.

Guti ressaltou, ainda, que a ação é ilegal e só tem validade mediante autorização judicial. O caso segue sendo investigado pelo 6º Distrito Policial de Guarulhos.

Antônio Boaventura
[email protected]