Banco recebe média de 95 litros de leite por mês para atender crianças em Guarulhos

Com o objetivo de reduzir a taxa de mortalidade infantil e os índices de desnutrição e aumentar a prevalência da amamentação, a Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Saúde, informou que o Banco de Leite recebe em média 95 litros de leite humano por mês para atender crianças cujas mães têm dificuldades de amamentação.

O Banco de Leite atende uma média mensal de 140 mulheres com dificuldades para amamentar seus bebês. Também realiza mais de 100 coletas domiciliares por mês do volume de leite materno excedente por meio de doações recebidas.

O Banco de Leite oferece orientação e acompanhamento às mães com dificuldades para amamentar ou que tenham mastite, dores e rachaduras no peito. Sua missão é incentivar o aleitamento materno para que seja a fonte exclusiva de alimento do bebê até os seis meses de idade. Ele também atende os recém-nascidos internados nas UTI’s das maternidades públicas, com a distribuição de leite materno para auxiliar na sua recuperação.

Depois de coletado e pasteurizado, o produto passa por um controle rigoroso de qualidade no Banco de Leite antes de ser utilizado no tratamento dos prematuros ou daqueles com graves problemas de saúde e cujas mães não estejam produzindo leite. Entretanto, a pasta afirma que a quantidade recebida neste atual momento atende a demanda existente.

Todas as mães devem amamentar seus bebês exclusivamente até os 6 meses, dando continuidade até os dois anos ou mais. As mães que amamentam e têm interesse em doar o volume excedente devem entrar em contato com o Banco de Leite Humano, pelo telefone 2408-4991, para receber todas as orientações necessárias.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto