Cidade de Guarulhos obtém nota C+ em índice que mede gestão municipal

Guarulhos obteve nota C+ no Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEG-M), indicador criado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). Segundo a publicação, a cidade está em fase de adequação com IEG-M entre 50,0% e 59,9% da nota máxima. O IEG-M 2017 foi elaborado com base em informações de 2016. Ainda assim, o índice guarulhense apresentou melhora em relação ao ano passado, quando a nota foi C.

O índice foi criado em 2015 como um mecanismo para avaliar a correspondência das ações dos governos às demandas das comunidades. O levantamento avalia sete áreas de atuação das administrações públicas onde Guarulhos recebeu as notas Educação (C+), Saúde (B+), Planejamento (C), Gestão Fiscal (B), Meio Ambiente (B+), Proteção dos Cidadãos (B) e Governança da Tecnologia da Informação (B+).

A partir desse levantamento, os municípios são classificados em faixas de resultado: altamente efetiva (A), muito efetiva (B+), efetiva (B), em fase de adequação (C+) e baixo nível de adequação (C). Exceto pela capital, foram analisadas todas as demais 644 cidades do estado.
Além de colaborarem nas auditorias, os dados pesquisados pelo Tribunal de Contas também estão sendo utilizados por prefeitos e vereadores como uma ferramenta de aferição de políticas, correção de rumos, reavaliação de prioridades e consolidação do planejamento.

Assim como nos dois últimos anos, em 2017, nenhuma das cidades recebeu classificação A. Já a avaliação geral média foi de 0,64 (em uma escala de zero a um), contra 0,65, em 2016, e 0,71, em 2015.
“O IEG-M nasce como um instrumento de contribuição para que as gestões sejam mais efetivas. E, principalmente com planejamento, sempre se pode melhorar”, presidente do TCE, Sidney Beraldo.

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto