A Secretaria da Saúde registrou apenas 3.790 pessoas que foram vacinadas durante o primeiro dia contra a febre amarela em Guarulhos, nos bairros do Jardim Cambará, Recreio São Jorge e Cabuçu. O atendimento foi realizado neste último sábado (28), das 10h às 16h, após o município receber 50 mil doses da Secretaria de Saúde do Estado.

O município ainda não registrou nenhuma morte de macaco, mas o Parque Cantareira Núcleo-Cabuçu segue fechado, e no zoológico, a Secretaria do Meio Ambiente colocou telas antimosquitos, além de conscientizar a população a ficar longe das matas.

Antes do recebimento das doses pelo Estado, Guarulhos tinha apenas 6.500 doses distribuídas nas unidades de saúde do Parque Cecap e também no Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA), destinadas para pessoas que tem viagem marcada para fora do país, com o objetivo de obter o certificado de vacinação internacional da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A vacinação contra a febre amarela não é aplicada para gestantes e mulheres que estejam amamentando. Neste último sábado (28), a Secretaria de Saúde do Estado anunciou que outros dois macacos na Zona Norte de São Paulo tiveram febre amarela confirmada, chegando assim a um total de três ocorrências, desde a primeira no dia 20 de outubro, quando um macaco foi encontrado morto no Horto Florestal.

Já os moradores próximos ao zoológico municipal, reclamam da falta de informação e também alegam que deveriam tomar a vacina por estar expostos ao risco. “O medo aqui é grande, ninguém fala nada”, disse a secretária Vivian Priscila Fieschi, 39, moradora da Vila Rosália. A Saúde destaca que o município segue a orientação do Estado e neste atual momento, ainda não há nenhuma determinação de que moradores próximo ao zoológico sejam vacinados.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here