Usuário reclama da falta de médico para filha na UPA Paulista

O usuário Thiago César dos Reis Silva, 31, cabeleleiro, teve que levar a filha de nove anos na madrugada desta última segunda-feira (30), para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), após a garota apresentar um quadro febril, porém, não havia pediatra para realizar o atendimento, e Silva teve que levar a filha para um hospital na Vila Maria em São Paulo.

“Se é 24 horas e não tem médico é melhor fechar”, afirmou Silva, destacando que essa é segunda vez que não consegue atendimento na UPA Paulista para a filha. Essa não é a primeira vez que a unidade apresenta falta de médico, lembrando que no dia seguinte da inauguração, no mês de junho, usuários já registravam a falta de pediatra no local.

Com as obras finalizadas desde 2014, a unidade só foi inaugurada no dia 29 de junho. A reportagem do HOJE entrou em contato com a Secretaria de Saúde, que informou a exisitência de alguns plantões na unidade com escala incompleta de médicos, como ocorreu neste últim odomingo (29). “Apesar de realizar plantões de convocação, com remuneração extra, a Prefeitura não conseguiu completar o quadro neste dia. Nesses casos, as emergências pediátricas são atendidas e transferidas e, os pacientes sem gravidade, são orientados a procurar outro serviço de referência mais próximo de sua residência”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto