Com a falta de pagamento salarial, os funcionários de duas unidades de saúde, Pronto Atendimento (PA) Paraíso, e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São João, atendem apenas casos de emergência. A primeira a realizar trabalhos com porta restrita foi o PA Paraíso, que desde a última sexta-feira (10), os funcionários optaram por trabalhar dessa forma, enquanto a situação não é resolvida.

“Tenho que pagar a prestação de meu carro que já está vencida”, afirmou um funcionário da unidade do Paraíso que preferiu não se identificar. Além destes problemas, a unidade do Paraíso atualmente parou de realizar exames de raio-x, e segundo a Secretaria de Saúde, a mudança é provisória, por um motivo de regularização de insumos, o que afeta diversos usuários da região.

Outro detalhe será a reforma da unidade, prevista para ocorrer durante o próximo mês, lembrando que a unidade atende atualmente 12.500 pacientes por mês, e com o fechamento provisório para reformas, os usuários seriam remanejados para outras unidades como PA Paraventi, UPA Paulista e Hospital Municipal de Urgências (HMU).
Na última sexta-feira (10), a Saúde afirmou estar trabalhando para resolver essa questão o mais rápido possível. ” O atendimento no PA Paraíso não foi totalmente paralisado. A unidade está trabalhando com porta restrita, ou seja, está atendendo somente os casos de urgência e emergência”.

1 COMENTÁRIO

  1. diário oficial de 10/11/2017
    DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO DA SAÚDE
    Por deliberação da(s) autoridade(s) competente(s), nos termos da legislação vigente, tornam-se públicos os
    seguintes atos administrativos:
    CRONOGRAMA DE PAGAMENTO:
    Cumprindo as exigências do Artigo 1º da Lei Municipal nº 5.209, de 1º de outubro de 1998, e artigo 5º da Lei
    Federal nº 8.666/93, encontram-se afixadas nos Átrios da Secretaria da Finança e do Gabinete do Prefeito,
    para conhecimento publico, as justificativas dos pagamentos que serão efetuados fora da ordem cronológica
    de pagamento ao seguinte credor:
    Favorecido: Fundação do ABC
    Convênio nº: 8822/2015- FMS
    Processo Administrativo nº: 28736/2015
    Exigibilidade: 30/10/2017
    Competência: outubro/2017
    UNIDADE VALOR R$
    POLICLINICA MARIA DIRCE 850.000,00
    PRONTO ATENDIMENTO SÃO JOÃO/LAVRAS 920.000,00
    POLICLINICA PARAÍSO 730.000,00
    Valor Total: R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais).
    Objeto: Gestão compartilhada em regime de cooperação mútua entre os partícipes, e integrar o Pronto
    Atendimento São João/Lavras, Policlínica Maria Dirce e Paraíso na rede regionalizada e hierarquizada de
    estabelecimentos de saúde que constituem o SUS Guarulhos.
    Justificativa: Através deste Convênio estão sendo prestados serviços médicos nas Policlínicas Paraíso,
    São João/Lavras e Maria Dirce. A falta de pagamento impossibilitaria a continuidade do atendimento nestas
    unidades de saúde, prejudicando toda a população do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here