Mistério envolve desaparecimento de guarulhense no Peru

O guarulhense Silas Gonçalves Guimarães, 30, morador do Jardim Acácio, desapareceu no último dia 31 de outubro, quando estava no Peru, próximo à fronteira com o Equador. Durante a viagem, Guimarães teria sofrido uma tentativa de roubo dentro de um ônibus em solo peruano, porém, conseguiu pedir ajuda, foi encaminhado para o hospital, mas depois de receber atendimento médico, nunca mais foi visto.

Guimarães viajou sozinho, e segundo a mãe, Elenailde Gonçalves Guimarães,59, ele apenas avisou que faria um passeio visitando três países, Chile, Peru e Equador, mas após o episódio da tentativa de roubo, quando um senhor teria oferecido uma bebida e o guarulhense aceitou, ficando um pouco tonto logo em seguida e acabou pedindo socorro para o motorista do coletivo. O senhor teria fugido, se refugiando em um matagal próximo.

“A última notícia que temos dele foi uma publicação no Facebook que ele fez sobre essa tentativa de roubo, depois não recebi mais notícias, além de tentar ligar para ele, mas não consigo mais contato”, revelou a mãe Elenailde, que já contatou o Ministério das Relações Exteriores sobre o caso.

Segundo a mãe, uma das paixões do filho era viajar, onde já teria conhecido diversos estados do Brasil. “Ele sempre viajou sozinho, foi para o Rio de Janeiro, Recife e Foz do Iguaçu”, disse Elenailde.
A reportagem do HOJE contatou o Itamaraty para se pronunciar sobre o caso, que confirmou a solicitação do auxílio por parte da família, que não consegue comunicação com Guimarães há duas semanas. “O Itamaraty acompanha o caso e está em contato com as representações brasileiras no Peru e no Equador, para obter informações que possam ajudar a localizar o nacional e prestar a assistência cabível”.

Para quem possuir informações, entre em contato com a mãe através do número: 98601/0961

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]