Prefeitura promove visita guiada à Casa da Candinha

Ass:Visita fazenda Bananal(Candinha) Local:Santos Dumont Data:14.11.2003 Foto:Sidnei Barros

Para celebrar o Dia da Consciência Negra, a Secretaria de Assuntos Difusos da Prefeitura de Guarulhos, por meio da subsecretaria da Igualdade Racial, promove visitação aberta a duas regiões que guardam parte da história da presença da população negra no município: a primeira Lavra do Ouro do Brasil e a Casa da Candinha.

Na segunda-feira, feriado de 20 de Novembro, às 8 h, está marcada a saída para os locais históricos, acompanhada por técnicos que irão guiar os interessados em conhecer a fazenda da época colonial, que mantém em sua área uma senzala, como parte da memória material e imaterial constituída em sua formação pela população negra. O ponto de encontro é a sede da Secel (Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer), que fica à rua Claudino Barbosa, 313, no bairro Macedo.

O casarão, que passa por um processo de restauração, foi sede da Fazenda Bananal e representa um período de extração do ouro na região de Guarulhos. Em documentos recolhidos pela AAPAH (Associação dos Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico) e relatos populares, há evidências de relação entre a mineração aurífera e a mão de obra escrava. É um dos poucos remanescentes da arquitetura colonial na região metropolitana de São Paulo, construída entre os anos de 1800 e 1850.

Para participar basta chegar no horário, trajando roupas, calçados confortáveis e levar repelente, água e lanche.

Serviço

Visita à Casa da Candinha

Dia 20 de novembro

Saída: 8 horas – Local: Secel – rua Claudino Barbosa, 313, no bairro Macedo – Guarulhos

Previsão de retorno: 14 horas

Aberta ao público em geral

Imagens: Sidnei Barros / PMG