Exame do IML identifica corpo de jovem desaparecida no Bonsucesso

Após realização de exame papiloscópio e coleta das digitais, foi identificado o corpo encontrado no último domingo (26), na rua Monica Aparecida Moredo, região do Bonsucesso. A vítima segundo a comprovação do Instituto Médico Legal (IML) era a adolescente de 15 anos que estava desparecida desde o dia 19 de novembro, quando teria saído de casa para uma festa em um salão conhecido como Império.

Quando os policiais militares encontraram o corpo, que já estava em estado de putrefação, a garota estava nu, coberta por telhas e as roupas estavam espalhadas pelo terreno baldio. A suspeita de violência sexual ainda não pode ser descartada, já que o IML deverá realizar novas exames para verificar se a vítima sofreu algum tipo de abuso.

Visivelmente abalada, em entrevista ao HOJE, a mãe da vítima, a dona de casa Simone Guimarães de Deus, 38, afirmou que reconheceu somente o corpo da filha por conta de uma pulseira que sempre utilizava e o anel. “Ela também estava com lesões na perna, braços e cortaram o cabelo dela”, afirmou a mãe, alegando que o IML deverá apresentar os laudos para a família no período de dez dias, e que a filha pode ter sido vítima de asfixia.
O corpo da jovem de 15 anos foi enterrado nesta última terça-feira (28), no cemitério da Vila Rio de Janeiro. O caso está sendo investigado pelo Setor de Homicídios da Polícia Civil que deverá colher depoimentos para identificar o autor do crime.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]