Provas na escola EPG Assis Ferreira ficam comprometidas por falta de verba

Os alunos da terceira série da Escola da Prefeitura de Guarulhos Assis Ferreira, localizada na rua José Manoel Martins da Cunha, n° 109, região da Vila Nossa Senhora de Fátima não terão a prova prevista antes de encerrar o ano, e segundo a denúncia do pai de um estudante ao HOJE, o motivo seria a falta de verba para tirar cópia das avaliações.

“Conversei com a professora do meu filho e ela afirmou que a escola não tem dinheiro, e por conta disso será passado apenas um trabalho para os alunos”, afirmou o pai que preferiu não se identificar, alegando também que a professora teria falado que até o quinto ano não há retenção de aluno, que a aprovação seria automática.

Segundo o pai durante todo o ano os alunos realizaram as provas normalmente, somente agora em novembro, que a escola teve essa dificuldade. “Não houve nenhum comunicado aos pais, eu que acompanho a agenda do meu filho e percebi que não teria a avaliação”, revelou o pai do estudante que afirmou ter conversado com a professora sobre a situação.

Secel afirma que a denúncia não procede

A Secretaria de Esportes, Educação, Cultura e Lazer (Secel), afirmou que não procede a informação e que somente os alunos dos quintos anos tem avaliação oficial, que é realizada semestralmente.
“O repasse de verba do Pro-Rede está em dia e ocorreu 100% em todas as escolas. Cada escola recebe a cota do Pro-Rede e tem autonomia para atender as necessidades da escola. Além disso, todas as escolas têm máquina de xérox e impressora, na qual existe uma cota disponibilizada para cada aluno por mês”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto