Prefeitura não apresenta Plano de Habitação e reintegrações de posse continuam na cidade

Com previsão de apresentar o plano habitacional para o Ministério Público (MP) nesta quinta-feira (30), e solicitar a paralisação nas reintegrações de posse, a Secretaria de Habitação informou em nota que o projeto ainda não chegou ao MP  por questão de agenda, mas alega que será apresentado nos próximos dias.

Na manhã desta quinta-feira, houve mais uma reintegração de posse em área irregular, dessa vez na rua Guararapes, no bairro São Rafael. Segundo informação da assessoria da PM, a desapropriação das 40 famílias começou por volta das 6h, e terminou às 9h30. Segundo um morador que preferiu não se identificar, ao todo podem sair quase cinco mil famílias do bairro até o mês de janeiro.

Nesta sexta-feira (01), os moradores da São Rafael terão uma reunião na Praça IV Centenário às 14h, com representantes da Ong Ame São Rafael, para discutir sobre as reintegrações de posse no bairro. A prefeitura não respondeu se o terreno em que houve a desapropriação na manhã desta quinta-feira pertence à administração municipal ou a empresa EDP Bandeirante.

Por ficar próximo a uma torre da empresa de energia, o local já era considerado uma área de risco. Com a saída das famílias, muitas se abrigaram em casas de parentes ou estão morando de favor no próprio bairro, enquanto aguardam alguma definição sobre a questão do auxílio aluguel.

Além da São Rafael, os moradores desapropriados do Jardim Cambará, também alegam a falta do auxílio moradia, porém, a secretaria de Habitação afirmou no início da semana de que os benefícios do programa exigem alguns requisitos, sendo um deles o cadastramento das famílias nas áreas de intervenção.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto