No total foram 146,3 mil pessoas que diariamente se deslocaram entre Guarulhos e a capital para trabalhar e estudar em 2010. O dado está em estudo inédito “Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil”, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo o levantamento, a grande maioria, 118.020 pessoas, sai de Guarulhos para trabalhar ou estudar em São Paulo e 28.310 fazem o sentido contrário.

O fluxo entre as duas cidades é o maior do país, de acordo com o IBGE, seguido da ligação entre Osasco e São Paulo (112,4 mil).
Na sequência estão os deslocamentos no Rio de Janeiro, entre os municípios de Niterói e São Gonçalo (120,3 mil), Duque de Caxias e Rio de Janeiro (119,0 mil) e entre Nova Iguaçu e Rio de Janeiro (109,6 mil).

Na Grande Concentração Urbana, cujo núcleo é a cidade de São Paulo, com 36 municípios (incluindo a capital), 1,7 milhão de pessoas saem da cidade onde moram para trabalhar ou estudar. O estudo revelou, ainda, que apesar de separados por aproximadamente 430 quilômetros de distância, o eixo Rio de Janeiro–São Paulo apresenta um movimento de 13,4 mil pessoas entre seus arranjos, 57,7% delas se deslocando somente em função do trabalho e 40,5% somente devido ao estudo.

Em 2010, mais da metade da população (55,9%) morava nos municípios que estão dentro desses arranjos populacionais. São 106,8 milhões de pessoas em 294 arranjos, formado por 938 municípios.

12 COMENTÁRIOS

  1. Olhando para isso deveria ser feita uma fiscalização nos ônibus intermunicipal e municipal que essas pessoas usam diariamente para essa locomoção, a falta de higiene é total os ônibus são muito sujos, de manhã deveria estarem limpos e com cheiro bom mas acontece ao contrário sujos e mal cheiroso.

  2. Pena que nossos governantes não estão nem aí para aos trabalhadores estudantes e todos que fazem este trajeto todos os dias…sem transporte público de qualidade, funcionários de transporte sem a mínima condição de atender o público em geral, sem horário certo, pontos sem estrutura, ruas esburacadas…. é isso será que estás verdades iram aparecer nas estatísticas dos jornais também..

  3. A zona norte de São Paulo é pequena, se comparada a outras regiões, principalmente a Sul, que antigamente era outro município (santo Amaro) em linha reta a distância do centro de sp e guarulhos é de 10 km. Se confunde Guarulhos e a zona norte de sp. A região mais povoada de guaru está distante nessa divisa, e paralelo a zona leste de sp.

    • As regiões mais povoadas são as periféricas, distantes do centro. Também são dessas periferias que partem esses milhares que trabalham e estudam em São Paulo.

  4. Só que saímos todos os dias pra trabalhar muitas vamos em pé até são Paulo por falta de ônibus intermunipal guarulhosl 342 Amenia jardim cumbica

  5. Sou mais 1 que faz este trajeto todos os dias, morando pouco depois do aeroporto de Guarulhos e indo trabalhar no aeroporto de Congonhas na zona sul de SP. É verdadeiramente uma decepção, pois o trajeto poderia ser melhor se os governantes fizessem uma interligação de metrô Guarulhos e São Paulo já que a zona Norte de SP e do lado de Guarulhos e ajudaria e aumentaria ainda mais o número de pessoas fazendo este trajeto, tanto para trabalhar e estudar. Quem sabe um dia por enquanto so sonho.

  6. Moro em Guarulhos e trabalho em São Paulo, em media levo 2:00 para chegar ao trabalho, falta ônibus e pontualidade nas linhas, motoristas despreparados, total descaso enfrentamos todos os dias.

  7. A malha ferroviária deveria chegar até aqueles bairros do Bonsucesso pra cima. Trazer até o Cecap já é alguma coisa, mas grande parte da população de Guarulhos que vai pra SP, vem daqueles bairros. Por isso a Dutra trava todo santo dia. E o trevo de Bonsucesso continua em obras… há 40 anos.

  8. Transporte caro e de péssima qualidade principalmente para quem mora na região de Cumbica em Guarulhos e a porcaria do órgão que deveria fiscalizar a EMTU não tá nem aí para os horários e as condições dos ônibus só se preocupam em tirar as poucas e precarias lotações que ainda circulam fazem isso por pressão dos donos de empresas de ônibus que só visam lucro e o passageiro que se dane .

  9. Sempre morei em Guarulhos, me desloco todos os dias para trabalhar em São Paulo e me deparo com milhsres nesta situação, bem estressante mas em busca de sobrevivência. Apesar de Guarulhos ser uma grande cidade, falta empregos e instituições de ensino, o que que leva milhares a buscar oportunidades na capital de São Paulo. Observo que Guarulhos é uma cidade mais residencial do que comercial, há grandes concentrações muito populosas em diversos bairros e poucas opções para essa grande população trabalhar e estudar, sem contar que uma grande massa parte do nordeste do país e se instalam em excesso nas periferias. Também o transporte público é pouco para atender a tanta gente e os custos são altos. Situação complicada para quem reside aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here