Zeitune confirma viagem de ‘luxo’ à Miami denunciada em vídeo

É verdadeira a informação denunciada em um vídeo compartilhado pelas redes sociais nos últimos dias de uma viagem luxuosa feita pelo vice-prefeito, Alexandre Zeitune (Rede), para Miami, Estados Unidos. Zeitune esteve por oito dias no exterior, no período de 7 a 15 de dezembro, para realizar uma palestra em uma viagem aérea na classe executiva, hotel cinco estrelas e passeios em um Lamborghini.

Segundo o vídeo divulgado, o vice-prefeito teria gasto R$ 128.263,00 distribuídos em R$ 41.863,00 com passagens aéreas na classe executiva; oito diárias no hotel cinco estrelas Shore Club com custo total de R$ 31.200,00, onde cada diária custa R$ 3.900,00; além de outros R$ 55.200,00 com o aluguel de um Lamborghini Huracan, onde por dia foram gastos R$ 6.900,00.

Já Zeitune alega que todos os gastos não chegaram a R$ 10 mil. “Foi tudo custeado por mim. As passagens aéreas custaram R$ 7 mil, ainda fiz um upgrade com as milhas que tinha para ir na classe executiva. A diária do hotel é de R$ 350. Já o Lamborghini era de um amigo, cliente há anos do meu escritório de advocacia. Eu estava em um Ethios que custou todos os dias US$ 200. A verdade é que sou advogado há muito tempo. Meu dinheiro todo tem origem. Tenho renda compatível. Minha passagem foi paga em 10 vezes”, explicou Zeitune.

O HOJE realizou uma pesquisa para checar os valores divulgados. O hotel escolhido pelo vice-prefeito tem diárias, em média, de R$ 623,60; a passagem aérea estaria em torno de R$ 12 mil. Já cada diária de um Lamborghini chega a R$ 7.216,00, em média.

Vice-prefeito se diz perseguido após ter feito denúncias contra o governo

Para Zeitune, a exposição da viagem com a divulgação do vídeo não passa de uma perseguição política após algumas denúncias que vem fazendo referente ao período em que esteve à frente da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

“Foi no dia que fiz mais uma denúncia de um suposto desvio das verbas da Educação de um pagamento indevido de mais de R$ 1,5 milhão da gestão passada, que não cumpriram os critérios. São denúncias graves. Estou dando tempo ao tempo até porque sou guardião de um programa que o governo abandonou”, disse.

Zeitune reforçou que tudo o que vem acontecendo nos últimos dias não passa de um processo de desqualificação. “Quem me conhece sabe que eu não queimo dinheiro assim. É dinheiro suado e não de roubo como de muitos que tenho denunciado. Aqui em Guarulhos vem se instalando um estado em que as pessoas acabam sendo perseguidas”, destacou.

O vice-prefeito ainda promete providências contra quem produziu o vídeo. “Vou registrar um boletim de ocorrência e quero saber quem financiou para alguém me acompanhar desde às 5h. Alguém pagou tudo isso e eu vou exigir a devida apuração”, disse.

- PUBLICIDADE -