Morador alega que Defesa Civil não retirou escombros de muro que desabou em casa na Vila Flórida

O aposentado Roberto Ferreira, 62, alega que a Defesa Civil até o momento não recolheu os escombros de um muro que desabou na própria residência, localizada na rua Raimundo Almeida de Araújo, n° 109, na região da Vila Flórida. No momento que ocorreu o acidente ninguém se feriu, porém, dois cômodos da casa foram afetados com o acidente, entre eles parte do quintal e um quarto onde guardavam as ferramentas.

O acidente ocorreu por volta da 1h30 da última segunda-feira (18). Na residência moram nove pessoas, dentre elas, duas crianças, que após o acidente, foram levadas para a casa dos tios, porém, a única parte de acordo com Ferreira que foi isolada, foi o terreno e os dois cômodos atingidos. “Como elas não tinham mais espaço para brincar  após a queda dos escombros, acabei levando os dois para a casa dos tios”, afirmou Ferreira.

Mas o problema maior é que mesmo com o desabamento que ocorreu no último dia 18, a Defesa Civil ainda não teria retirado os escombros. “Todo o muro caiu, pediram para eu não em mexer nada, fiz boletim de ocorrência no 6°DP e até o momento não vieram retirar todo o material que caiu em minha residência”, disse Ferreira alegando que a Defesa Civil estaria sem mão de obra suficiente para efetuar o reparo.

Entre os itens perdidos com o acidente, segundo Ferreira, estão duas geladeiras, cortinas, aspirador de pó, bicicleta nova dos filhos e algumas ferramentas. O morador também alega que houve o problema após a falta de drenagem nos outros dois terrenos próximos à casa, faltando planejamento para que ocorresse o escoamento da água.

Em resposta ao HOJE, a Coordenadoria de Defesa Civil, afirmou que a área onde ocorreu o desabamento foi isolada, e que teria solicitado que o local fosse desocupado, alegando de que a informação é de que não há moradores no terreno do muro desabado. “Os escombros serão removidos pela Secretaria de Serviços Públicos nesta quinta-feira (21), e um engenheiro irá vistorias o local. A prefeitura informa que realizou recentemente a drenagem de alguns pontos dos terrenos da área”.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]