Prefeitura promete regularizar pagamentos do serviço de transporte ambulatorial nesta sexta

A prefeitura prometeu nesta quinta-feira, 11, regularizar os vencimentos, que estão em atraso desde outubro do ano passado, dos prestadores de serviço de transporte ambulatorial até esta sexta-feira, 12. Em média, são atendidos cerca de 6.500 pacientes por mês através deste serviço.

Entretanto, apesar do atraso no repasse dos vencimentos, prestadores deste serviço procurados pelo HOJE afirmaram que não houve interrupção na atividade, mas revelaram que a ausência dos pagamentos está comprometendo situações particulares e profissionais, em especial, na manutenção dos veículos.
“Essa situação está nos deixando com o nome sujo, são muitas discussões em casa pela falta de dinheiro, contas em atraso, enfim. Alguns querem paralisar o atendimento, mas outros preferem aguardar. Eles estão pagando um mês e atrasando três. É dessa forma que está”, disse um prestador de serviço, que preferiu não se identificar.

Em julho do ano passado, as empresas de transporte ambulatorial Vancel Transportadora Turística e a Mendes e Freitas cobraram juntas da Prefeitura de Guarulhos uma dívida de R$ 300 mil reais deixada pela gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida.
No entanto, André Caraça, responsável pelas empresas, afirma que os serviços não foram interrompidos por conta do débito existente, o que não ocorreu. “Existe a possibilidade de pagar o valor devido nesta sexta-feira. Está difícil, mas esperamos que no decorrer do ano esta situação melhore”, disse Caraça.
Contudo, a prefeitura afirma que a dívida com as transportadoras que realizam o serviço de transporte ambulatorial será quitada nesta sexta-feira, 12.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto